Siran
Notícias

26/05/2019- Parceria entre SIRAN e prefeitura alavanca Araçatuba no cenário do agronegócio nacional


 Dia após dia, a instalação de grandes estruturas metálicas dá forma a três pistas de provas equestres que estão sendo construídas no recinto de exposições Clibas de Almeida Prado, em Araçatuba (SP). Quem passa pelo local e olha a terraplanagem concluída, as fundações, as colunas e tesouras das coberturas das arenas de 6 mil m2 cada uma, as áreas das pistas de aquecimento, os meios-fios das novas ruas do entorno das construções, não imagina que para chegar ao estágio atual das obras foi necessária muita análise, planejamento e articulação.


Todo o trabalho, que envolveu negociações entre o SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste), a prefeitura municipal e a ABQM (Associação Brasileira de Criadores de Quarto de Milha) resulta agora na realização, na cidade, das três maiores competições brasileiras da raça equina: Congresso do Cavalo Quarto de Milha, em abril; Campeonato Nacional do Quarto de Milha, em julho; Potro do Futuro, Copa dos Campeões e Derby, em outubro.

Periodicamente, o presidente do SIRAN, Fábio Brancato, reúne no recinto diretores do sindicato e autoridades para detalhar o projeto, atualizar o estágio das obras, o cronograma e os investimentos. "Esse é um grande empreendimento, no qual o SIRAN está investindo R$ 30 milhões, com potencial de retorno superior a R$ 36 milhões ao ano. Além disso, a cada evento, a previsão é que 10 mil pessoas passem pelo recinto ao dia, sejam feitas 8 mil inscrições em 19 modalidades de competição, e haja aproximadamente 300 expositores. Segundo a ABQM, é o maior empreendimento da América Latina relacionado a provas equestres", comenta Brancato.

Os olhos do presidente da entidade brilham e a voz ganha tons de entusiasmo ao falar sobre o empreendimento. Não é para menos, o que hoje se vê no recinto é a materialização de um projeto que começou há três anos, e que teve a participação da prefeitura como fundamental para dar certo.

Atuação de Dilador

Em 2016, os criadores de quarto de milha Jamil Buchalla e José Macário Pérez Pria (um dos fundadores e ex-presidente da ABQM), que moram em Araçatuba, procuraram o então presidente do SIRAN, Marco Antonio Viol, para saber da possibilidade de trazer os eventos da ABQM para o município. Segundo eles, a cidade seria a melhor opção para a entidade sediada em Avaré (SP), que não estava mais atendendo a demanda que os eventos da associação exigem. Como qualidades de Araçatuba, citaram a infraestrutura disponibilizada pelo município, como aeroporto, hotéis, restaurantes etc.

Pega de surpresa, a diretoria do sindicato começou a se movimentar. “Realizamos vários estudos e pesquisas de mercado, para que nada desse errado”, comenta Barncato. Um ano depois, Macário voltou a procurar o SIRAN, detalhou os eventos, e convidou os diretores e o prefeito Dilador Borges (PSDB), para irem a Avaré, no Congresso do Quarto de Milha, realizado em abril. No final de 2017, com a nova gestão da ABQM, Viol, Brancato (diretor do SIRAN, à época), Buchalla e Macário realizaram a primeira reunião com a atual diretoria, em São Paulo. “Foi estranho. Não ficou claro que a associação queria mesmo vir para Araçatuba. Estava faltando alguma coisa”, fiz o presidente do SIRAN.

Assim que Brancato assumiu a presidência do sindicato, em janeiro de 2018, começaram oficialmente as negociações com a ABQM. “O problema é que, naquela época, o recinto era cedido ao SIRAN por meio de um título de uso precário do governo paulista. Ou seja, poderia ser requisitado pelo Estado a qualquer momento, desalojando os eventos da ABQM. Foi quando procuramos o prefeito Dilador, que intercedeu politicamente e nos ajudou a conseguir o repasse da área à prefeitura, que, por sua vez, em dezembro do ano passado a concedeu por 20 anos ao SIRAN”.

A atuação do prefeito de Araçatuba deu a segurança que faltava à ABQM, que, em janeiro deste ano, assinou contrato de 10 anos com o sindicato rural. Os eventos começam a ser realizados a partir de julho, e incluem provas de laço, tambor, ranch sorting (apartação de gado em dupla) e western pleasure (prova de rédeas a trote e a galope), entre outras.

Gratidão e trabalho

Toda vez que fala sobre a parceria entre as entidades que viabilizaram a realização das competições equestres em Araçatuba, Brancato faz questão de destacar primeiramente a importância da parceria entre o SIRAN, a prefeitura e o governo estadual. “O (prefeito) Dilador esteve muito presente em todo esse processo, desde a época do Viol, sempre nos apoiando e se colocando à disposição para qualquer demanda nossa. O deputado estadual Cauê Macris também foi importantíssimo, assim como o (ex) governador Geraldo Alckmin. Sem eles, nada disso estaria ocorrendo”.

Em conversa com o prefeito, nesta semana, em visita às obras do recinto, Brancato admitiu a Dilador que não sabe se tem como agradecer pelo apoio irrestrito ao empreendimento, que alavanca Araçatuba no cenário do agronegócio nacional. “A Capital do Boi Gordo agora também é a Capital do Quarto de Milha. O que posso dizer é que a gratidão do SIRAN ao prefeito é enorme e profunda. Agora, além da Expô (exposição agropecuária realizada em julho), teremos mais três grandes eventos relacionados ao agronegócio no recinto, beneficiando a cidade e a região. Todo esforço já está valendo a pena”, finaliza Fábio Brancato.

Para Dilador, parceria é um exemplo ‘a ser copiado’

O prefeito Dilador Borges classifica a parceria entre a administração pública, o SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste) e a ABQM (Associação Brasileira de Criadores de Quarto de Milha) como “um caso de sucesso a ser copiado”. “Eu acredito muito na junção de forças. Ninguém faz nada sozinho. Desde antes de estar na prefeitura, eu sempre defendi que o desenvolvimento de Araçatuba passaria necessariamente pelo encontro de capacidades”, defende o prefeito, que elogiou e agradeceu a todos os envolvidos no processo de solidificação da escolha do município como sede dos eventos da associação.

“Nossa região é de oportunidades. Estamos preparando Araçatuba para isso, melhorando nossa mobilidade, abrindo avenidas, melhorando a pavimentação asfáltica e acessibilidade, para chamar atenção e fazer de Araçatuba referência de novo. E eventos, com parcerias assim, mostra o quanto é possível promover o desenvolvimento quando todos olham juntos para o bem coletivo”, afirma ainda o prefeito.

ABQM destaca arquitetura e estrutura das pistas

O superintendente geral da ABQM (Associação Brasileira de Criadores de Quarto de Milha), Sérgio Ricardo, se mostra muito satisfeito ao falar da parceria com o SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste) e a prefeitura de Araçatuba. Ele lembra que há anos o sindicato vinha negociando a vinda das competições do Quarto de Milha para a cidade, que, além de ser um polo nacional da bovinocultura, também concentra um grande número de criadores, proprietários e animais da raça. “As nossas expectativas são as melhores possíveis, pois teremos três pistas modernas, com uma arquitetura muito bem-feita e extremamente funcional. Além disso, o espaço físico do recinto Clibas de Almeida Prado nos permite explorar o local tanto na parte esportiva quanto na área comercial, trazendo ainda a possibilidade de futuras ampliações na estrutura do evento. E é por isso que temos a certeza que Araçatuba será uma importante vitrine para as competições da ABQM. É uma grande satisfação ter firmado essa parceria com o SIRAN e a prefeitura”, afirma Sérgio Ricardo.

A estrutura das pistas de Araçatuba também é elogiada pelo gerente de Esportes da ABQM, Henrique Campana. Ele afirma que a parceria entre a associação, o SIRAN e a prefeitura de Araçatuba, propiciou a construção de estruturas perfeitamente adequadas às necessidades do público das competições do Quarto de Milha. “As duas entidades (SIRAN e prefeitura) nos deixaram muito à vontade e não interferiram nas decisões finais sobre o projeto apresentado pela associação”. Ele também destaca a estrutura das três arenas de competição, que estão sendo construídas no parque de exposições. “Cada pista terá a dimensão de 50 metros por 120 metros, e as arquibancadas, assim como a cabine de locação, poderão ser instaladas junto às próprias pistas, sem necessitar de tendas. A estrutura também conta com um pé direito mais alto, em relação ao de outros parques. Em Araçatuba será de seis metros, o que garante melhor circulação do ar, deixando o ambiente mais fresco. Todas as arenas de competição serão iluminadas com lâmpadas de LED, assim não haverá oscilação na luminosidade durante as provas e os cavalos e os cavaleiros, que ainda contarão com uma área de aquecimento anexa a cada pista, terão melhor desempenho nas suas apresentações”, ressalta Campana.
Fonte: Marcelo Teixeira

Compartilhe:

Cadastre seu e-mail e receba novidades