Siran
Notícias

16/06/2020- ABQM pede alvará para provas sem público e prefeitura fará análise técnica


Na tarde de terça-feira (16), às 15h, a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) e o IRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste) receberam o prefeito de Araçatuba (SP), Dilador Borges, em visita a obras e ao novo escritório da associação no recinto de exposições Clibas de Almeida Prado.


Na oportunidade, o presidente da ABQM, Caco Auricchio, fez solicitação de alvará para a realização do 43° Campeonato Nacional do Quarto de Milha, em acordo com a cartilha de ‘Orientações para o Disciplinamento de Provas Equestres’, também apresentada à imprensa na reunião.

Participaram do encontro, pela ABQM, o presidente Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio (Caco), Carlos Eduardo Faraco Braga (Presidente do Conselho de Administração), Manuel Rossitto (Superintendente Geral) e Jamil Buchalla (Conselheiro Fiscal); pelo SIRAN, o presidente Fábio Brancato; pela prefeitura, além de Dilador, o secretário de Governo, Manoel Afonso, e o assessor executivo da secretaria de Desenvolvimento Agroindustrial, Arnaldo Vieria Filho.

A ABQM criou o seu escritório no recinto, concluiu a reforma da casa veterinária, de 11 pavilhões de baias, além da ampliação da rede primária elétrica e da extensão em 7 quilômetros da rede hidráulica. Estão em fase de conclusão as benfeitorias no pavilhão dormitório. Ainda estão em andamento melhorias em 13 banheiros fixos do parque. As obras seguem medidas de segurança para a prevenção à Covid-19.

Pedido para retomada das provas

A ABQM elaborou uma cartilha de ‘Orientações para o Disciplinamento de Provas Equestres’, contendo informações sobre as legislações vigentes do município e do Estado de São Paulo. O documento inclui requisitos recomendados pelos órgãos de saúde, para o combate ao coronavírus, e prevê um número máximo de participantes, respeitando as medidas de distanciamento social.

Segundo Caco Auricchio, esse trabalho busca garantir o bem-estar e a segurança dos quartistas e da sociedade de Araçatuba e da região, bem como a realização das competições. “A retomada dos esportes equestres se faz necessária, pois movimentam toda a cadeia produtiva do cavalo, garantindo as atividades dos centros de treinamento, dos ferrageadores, dos veterinários, das empresas de ração, dos produtos veterinários, das lojas de equipamentos etc. No Brasil, a equinocultura emprega mais de 3 milhões de trabalhadores direta e indiretamente”, justificou.

Dilador Borges recebeu o pedido de alvará para a realização das provas, bem como o manual de disciplinamento das provas equestres e afirmou durante a reunião que nomeará uma comissão para análise, junto a órgãos envolvidos para amparo técnico e legal. “Minha resposta será uma só: a técnica. Somente haverá aprovação minha se houver aprovação dos órgãos de saúde, vigilância sanitária, segurança jurídica e demais setores competentes”, adiantou o prefeito.

O presidente do SIRAN, Fábio Brancato, elogiou tanto a iniciativa da ABQM quanto o posicionamento do prefeito. “Dada a relevância das provas equestres para Araçatuba, o pleito dos quartistas é legítimo, ainda mais quando leva em conta as normas sanitárias. O prefeito mostrou-se sensível ao pedido, mas deve se basear em análise técnica, para o bem da população”, finalizou Brancato.
 

Compartilhe:

Cadastre seu e-mail e receba novidades