Siran
Notícias

01/07/2021- Equoterapia conquista praticantes e se firma no Complexo Equestre de Araçatuba


Faz dois anos que o maior e mais moderno Complexo Esportivo Equestre da América Latina, localizado dentro do recinto de exposições Clibas de Almeida Prado, em Araçatuba (SP), passou a ser frequentado por praticantes de equoterapia. A estrutura faz toda a diferença tanto para os praticantes que participam de programas de reabilitação (hipoterapia) quanto aos programas relacionados ao esporte (pré-esportivo e prática esportiva paraequestre).

“Aqui há estrutura com pistas cobertas e fechadas para o esporte, o que nos proporciona mais conforto e segurança”, comenta a fisioterapeuta Carolina Vicentini Verdi (Carol). Ela é sócia do também fisioterapeuta Henrique Sartori Coutinho na empresa HSC Equoterapia, que tem parceria com o SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste) para utilizar o complexo. Carol explica que atualmente cerca de 50 praticantes são atendidos, incluindo pessoas com deficiência (PCDs).

Superação

Um desses praticantes é Lucas Sabbag de Sousa Alves (12 anos), diagnosticado com Transtorno do Espectro ao Autismo (TEA). Ele começou na equoterapia há três anos, tendo passado do programa de reabilitação para o esporte. “A história do Lucas é de superação e também muita dedicação do atleta, sua mãe, equipe e cavalo. Ele começou no passo, evoluiu para o trote e chegou ao galope. Hoje, treina nos 3 Tambores, e no Araçatexas (prova realizada no complexo no dia 25/06) competiu pela primeira vez na prova de paratambor.

“Foi emocionante para todos nós, incluindo ele, a família, a equipe e os organizadores. Fez muito bem para ele, pois ajuda a melhorar a autoestima, assim como proporciona perspectiva para o futuro”, analisa Carol. Lucas é atendido pelo fisioterapeuta Luis Antonio Neto, pelo treinador e equitador Giovani Nonato, pelo guia Márcio Vieira, e também pelos fisioterapeutas Carolina Vicentini Verdi e Henrique Sartori, e monta o cavalo Billy Gun Pep. “Temos outros sete praticantes que também estão sendo preparados para as provas de paratambor. E, nesse sentido, realizar esse trabalho no complexo equestre é muito relevante”, diz Carol.

Benefícios

A equoterapia utiliza cavalos como meio terapêutico para aumentar o equilíbrio, a força muscular e o desenvolvimento intelectual e psicológico de pacientes, com indicação médica. “As atividades são realizadas de forma lúdica, integrando natureza e brinquedos educativos para melhorar o desenvolvimento do potencial cognitivo e motor dos praticantes. Assim, a equoterapia oferece mais qualidade de vida e ajuda na interação social dos praticantes”, explica Carol.

São inúmeros os benefícios para a pessoa que está sobre o cavalo, além dos ganhos motores, psíquicos, sensitivos e sociais. "O cavalo produz para a pessoa que está sobre ele o que chamamos de movimento tridimensional, e esse movimento desloca o praticante em alguns eixos", esclarece a fisioterapeuta. A sessão varia de 30 a 40 minutos, sendo que, sobre o animal, são apenas 30 minutos, e restante é dividido entre o início e o final da atividade, para fazer interação e despedida com o praticante.

Cerca de 95% do público da HSC Equoterapia Araçatuba são de pessoas com alguma deficiência, mas a terapia não é direcionada apenas a elas. "Uma criança que tem hiperatividade também pode ser atendida, desde que seja com o profissional correto. Dessa maneira, uma criança que tem a dislexia, por exemplo, deve ser acompanhada por um psicólogo e um pedagogo. O adulto que tem uma disfunção motora ou problema neurológico terá o acompanhamento de um fisioterapeuta”, conclui Carol.

Serviço

Atividade: Equoterapia
Local: Casa do SIRAN – Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado
Endereço: Avenida Alcides Fagundes Chagas, 600, Bairro Aviação
Contato: Carolina (18) 99746-2388
Fonte: Marcelo Teixeira

Compartilhe:

Cadastre seu e-mail e receba novidades