Siran
Notícias

12/07/2018- Tecnologias e soluções sustentáveis forma destaque na solenidade de abertura do agronegócio


A solenidade de abertura da 59ª Exposição Agropecuária de Araçatuba foi realizada nesta quarta-feira, dia 11, no auditório do Sindicato Rural da Alta Noroeste Paulista (Siran). Este tradicional encontro de autoridades, representantes do Estado e sindicais deu início às atividades do agronegócio dentro do Recinto Clibas de Almeida Prado.

Fizeram parte da mesa de autoridades o presidente do Siran, Fábio Brancato; o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges; representando a câmara municipal, o vereador Márcio Saito; o secretário nacional do Ministério das Cidades, Gilmar Souza Santos; o chefe de gabinete da secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Omar Cassim Neto; o comandante do CPI-10- Polícia Militar de Araçatuba, Paulo Augusto Leite Motooka; o superintendente do Banco do Brasil - Bauru, Euzivaldo Vivi dos Reis; representando os prefeitos da região, a prefeita de Coroados Terezinha Castilho Varoni e o coordenador da Cati, João Brunelli Junior.  O foco  da feira deste ano é aproximar a classe rural do que há de melhor em tecnologias e soluções sustentáveis, além de fazer um resgate do agronegócio e sua história.

Segundo o presidente do Siran, Fábio Brancato, as pessoas precisam conhecer e saber sobre a dificuldade de produzir no país. "Quem não conhece o agronegócio, não sabe o quanto nós sofremos para produzir e aqui nós temos uma pequena amostra", declarou Brancato. Ele também destacou o principal tema do evento: "O marco dessa exposição é a sustentabilidade, é um equilíbrio entre a área produtiva e o meio ambiente, não adianta só produzir e não conservar. Aqui temos o exemplo de energia renovável, pelo sistema fotovoltaico e a aquaponia que é a criação de peixes junto com hortaliças, mostrando que o homem do campo também produz com sustentabilidade", disse o presidente.

A  quantidade de raça na feira genética deste ano superou os anos anteriores, são mais de oito raças bovinas. O Agro Siran também recebeu ovinos da raça suffolk, dorper e white dorper. Na área dos equinos, se destacaram as raças quarto-de-milha e mangalarga. No total, a exposição reuniu mais de mil animais.

Omar Cassim Neto, chefe de gabinete da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, elogiou a união dos setores e destacou como isso é importante para trabalhar a favor do produtor rural. "Este local representa o que uma política pública do agronegócio deve ter, que é a integração de todos os setores. O setor produtivo, público e a iniciativa privada, é isso que nós precisamos para um Brasil desenvolvido", falou chefe de gabinete.

O prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, enalteceu a importância econômica do setor. "O agronegócio, há cinco anos, tem sustentado a balança do nosso país", declarou o prefeito.

O secretário nacional do Ministério das Cidades falou da relevância da regularização fundiária. "A regularização é um trabalho para dignificar as pessoas, trazer segurança jurídica e fazer com que elas tenham o sentimento de pertencimento", expressou o secretário.

O segundo turno da feira já está repleto de atrações, palestras e workshop. Hoje, dia 12, acontece o circuito Agro, comandado pelo Banco do Brasil. Amanhã, dia 13, haverá um workshop do leite, a partir das 11h e uma mesa redonda sobre ações ambientais para o futuro, às 18h.

Fonte: Bruna Domingos - Facilita Conteúdo / Assessoria de comunicação do Siran

Compartilhe:

Cadastre seu e-mail e receba novidades