Siran
Notícias

24/12/2018- Lidar com cavalos exige técnicas


 

Domar cavalos não é tarefa fácil, é preciso educar a sensibilidade e utilizar técnicas para que se alcance um dia a dia proveitoso com o uso do animal. Para auxiliar produtores e criadores de Clementina, em dezembro, em parceria com o Siran e Prefeitura local, o Senar promoveu um curso de rédeas.

Os 12 participantes aprenderam sobre como dominar o cavalo, parar, virar, enfim, preparar o animal para as pessoas andarem com ele e ser usado na lida com o gado.

“Para conseguir conduzir melhor os animais, a primeira coisa é dedicação. Depois de  muitos anos dando curso do Senar, percebo que hoje as pessoas têm a cabeça mais aberta para o assunto, mas nos primeiros cursos de rédeas, a dificuldade eraque alguns queriam fazer as coisas conforme a tradição antiga, à sertaneja, pulando etapas, coisa que não funcionava. Hoje um faz o curso, já ensina o filho, outros conhecem a capacitação e isso tem facilitado muito o trabalho”, explica o instrutor Joel Rodrigues.

Antigamente, por exemplo, os domadores queriam fazer os cavalos aprenderem na marra e rápido. “Ensinar um cavalo a fazer alguma coisa é como ensinar uma criança que está na escola, cada dia tem que ensinar uma parte para ele. O ideal é começar desde potro, com o cabestreamento, e ir acostumando ele com isso”, conclui.

José Luiz Bortoleto sempre participa dos cursos do Senar na região, depois de 20 anos sem lidar com os cavalos, fez seu primeiro curso em Gabriel Monteiro e viu que usando as técnicas tudo fica mais fácil. “Com a capacitação ficou mais simples tirar movimento do cavalo, ser leve com o animal, virando com mais facilidade”, conta o participante.

 

Fonte: Micheli Amorim - Facilita Conteúdo / assessoria de comunicação do Siran

Compartilhe:

Cadastre seu e-mail e receba novidades